Curtas

– Em Portugal, nova lei educacional prevê ensino de direitos sexuais e reprodutivos nas escolas. No primeiro ciclo serão abordados temas relativos ao reconhecimento do corpo e sistema reprodutivo masculino e feminino. Já no último serão debatidos assuntos como gravidez e aborto. A decisão foi publicada em diário oficial na sexta-feira passada (09).

– Já na Argentina, desde os poderes executivos, judicial e legislativo se tem inserido na agenda política o tema da legalização do aborto, segundo artigo publicado no jornal Clarín na semana passada. No país, o aborto inseguro é a primeira causa de morte materna, o que levou a Organização das Nações Unidas, no mês passado, a emitir uma nota de preocupação aos gestores nacionais.

Sexualidade e internet. A ligação entre estes dois temas é foco de pesquisas realizadas por estudios@s brasileir@s, libanês@s, sulafrican@s, indian@s e estadunidenses. O projeto de investigação se chama: EroTICs: pesquisa exploratória sobre sexualidade e internet. Para saber mais, acesse: http://www.genderit.org

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s