Uma indústria de partos

Fonte: Luce Pereira (Diario de Pernambuco – 29 de maio de 2010)

Uma pergunta perturba os neurônios das representantes do Fórum de Mulheres de Pernambuco e de mais cinco entidades com o mesmo trabalho, que ontem fizeram barulho em Vitória de Santo Antão, reivindicando políticas e ações capazes de ajudar no enfrentamento da mortalidade materna. Por que o município tem registrado um número cada vez mais alto de partos cesarianos? No ano passado, apurou-se que foram mais de 4 mil no Hospital Geral de Vitória, o mesmo acontecendo no Pronto Socorro da cidade. Uma visita às duas unidades, nesta semana, e as ativistas constataram que todas as gestantes estavam com cirurgia marcada, incluindo a ligadura de trompas, tudo conseguido, segundo disseram, por vereadores. Embora seja um direito previsto em lei, nenhuma acreditava que pudesse ligar as trompas quando bem desejasse, mesmo sem estar grávida, pelo SUS e em qualquer unidade da rede pública. Surpresas, as representantes do Fórum descobriram, ainda, que o profissional que opera no Pronto Socorro é o mesmo esperado pelas gestantes no Hospital Geral. Deus e o mundo sabem que a cesárea só deve ser feita por indicação médica. É um procedimento que gera mais receita para a casa e, principalmente, mais riscos para a futura mãe, situação que, em Vitória, na análise do Fórum, virou “desrespeito absoluto aos protocolos de saúde vigentes, tanto nacionais quanto internacionais”. Para piorar um bocado, viram que o Hospital (estadual) João Murilo, com equipamentos modernos, e até obstetra e anestesista de plantão, não faz partos. O motivo alegado? Falta de lençóis. Para Vitória, acorrem parturientes de várias cidades do Agreste e da Zona da Mata, quadro que deixa ainda mais uma pulga atrás da orelha das denunciantes. Mas as respostas para todos os “porquês” elas esperam que sejam dadas por uma auditoria. Porque é preciso revelar o que se esconde por trás dos números que reuniram sobre a realidade das gestantes atendidas nas duas unidades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s